segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Inglês - Estudo eterno

Recebeu seu certificado de conclusão do curso? Depois de tantos anos estudando e quebrando a cabeça finalmente chegou onde queria? 
Finalmente não vai precisar estudar inglês nunca mais. Está livre! Certo?
Errado! Sinto muito lhe informar isso, mas não pense que com um diploma na mão está tudo acabado.
Assim como o belíssimo português, a língua inglesa também sofre alterações no decorrer dos anos. Palavras vão deixando de serem usadas, e novas são inseridas em seu lugar.


Como assim?


Você já ouviu falar na nova palavra "selfie"? Aquela que foi eleita a mais falada em 2013, e que foi incluída na versão digital do dicionário Oxford? Pois então, "selfie" significa nada mais nada menos do que o ato de tirar um auto-retrato; e esse ato deu origem a uma nova palavra. E isso é só um exemplo.
Sem falar também nas gírias, que viram modinha rapidamente e somem na mesma velocidade. 
Em português mesmo, há termos que não são usados mais como tinindo, discoteca, balacobaco, pra dedéu, maciota, jararaca e etc. Se isso acontece com o português, por que não aconteceria com o inglês?

Sem contar que, 

como eu disse, aprender um novo idioma é praticar sempre. Assim como um atleta, se você é profissional mas deixa de praticar, você deixa de ser bom. 
Eu tive uma excelente professora de Espanhol no que hoje é do sexto ao nono ano do ensino fundamental. E você acha que sou bom em espanhol? Não. O problema não foi o "espanhol de colégio" e sim o fato de eu não continuar a praticar e com o tempo esqueci. Só de uns 2 anos pra cá que comecei a ler novamente algumas coisas sobre espanhol e relembrei o que aprendi.
Se você não pratica, você esquece. E isso acontece com todo mundo. 
Infelizmente, é isso. A língua vive em constante mudança e o que você tem que fazer é se adaptar à ela e seguir o ritmo.



See ya!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...